A tragédia Irônica da Burguesia Nacional by Edu Franco

30 maio

Latuff serra

KKK! Nossa classe média anda tomando aulas de ironias do destino: violenta, mal educada, escravagista, preconceituosa, passou oito anos reverberando todo tipo de insulto a um presidente por que o mesmo não veio do mesmo “berço” “educado” que ela; oito anos agourando um governo que colheu todos os sucessos e homenagens que nenhum outro governo no mundo conseguiu em tão pouco tempo. Isso frente a tantos e tão grandes problemas como sempre existiram em nosso país.Enquanto a classe média afiava a sua língua tão educada, vinham pessoas ilustres do mundo todo demonstrar o seu encanto pelo operário presidente, artistas, grandes estrelas do rock e de Hollywood, estadistas dos países mais importantes do mundo, intelectuais de ponta do século vinte, jornais da França, Inglaterra,Espanha, USA, indicação ao Nobel, prêmios e mais prêmios…e a classe média teve que enfiar isso na goela, engolir o sucesso mundial do sapo barbudo como dizia o grande Brizola.
O operário saiu do seu posto com tantos prêmios e com um país credor, com reservas, com reduções de índices de subdesenvolvimento inacreditáveis.

A classe média não sossegou,virou sua artilharia de insultos para os programas sociais, eles acham que a miséria não é problema do estado, que o estado não existe para atender a população, o mundo capitalista também não existe para isso, então eles querem é que as pessoas permaneçam lá onde sempre estiveram, na senzala, bichos de carga, mas é meio tarde para isso. Então o fogo se concentrou no “Bolsa Família”, e o Bolsa Família virou o programa social mais premiado do mundo, citado por artistas do rock, pelos principais estadistas do planeta, copiado em 65 países, em vários países da Europa fragilizados pela maior crise do capitalismo contemporâneo, e o Bolsa Família vai ser implementado na cidade mais moderna do mundo – New York
– Para! Não, New York não, assim não dá, assim já é demais!

Ando com pena da nossa classe média, ela anda sofrendo de ironia crônica do destino, eles adoram os americanos, mas os americanos adoram o Lula, eles adoram os europeus , mas os europeus adoram o Lula, eles odeiam os brasileiros vira latas, mas o primeiro mundo resolveu amar os brasileiros, eles abominam o bolsa família, mas a Europa adotou e, para completar a tragédia, New York vai implementá-lo, ando com pena da nossa classe média, o mundo passou na janela e só Carolina não viu, tava falando mal do Lula no Iphone, não percebeu que o Brasil mudava e que seus argumentos foram derrubados um a um, pobre burguesia dividindo o banco do avião com que antes lhe servia, sheet, C’est La Vie.
581230_10201369957475319_872448379_n

Para o SlideShow_Cursod e Música_SoundCloud015
Edu Franco-jornalista e músico

Anúncios

2 Respostas to “A tragédia Irônica da Burguesia Nacional by Edu Franco”

  1. Del Valle maio 30, 2013 às 2:22 pm #

    Uma bela matéria Edu, no entanto, vemos que os atores das atrocidades contra Lula e Dilma e os programas sociais são de classe média-alta e alta, e os de classe média que se alvoram em atacar os governos de inclusão do PT, são ignorantes sociais, reacionários, ou seja, argumentam e fomentam o mesmo que a mídia conservadora golpista.

Trackbacks/Pingbacks

  1. O segredo de não viver em vão | SCOMBROS - maio 30, 2013

    […] A tragédia Irônica da Burguesia Nacional by Edu Franco […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: