Globo confessa que “Che Guevara” e a “Medicina Cubana” é a maior do mundo

30 ago

Jorge Pontual:.

Eu intrevistei o Sem Fronteiras que vai ao ar amanhã a socióloga Julie Fine Silver .
Ela a mais de 30 anos estuda a medicina cubana,esta questão dos médicos ao redor do mundo que é um número muito grande de médicos cubanos.
É muito interessante esta história porque,quando aconteceu a revolução cubana, metade dos médicos de Cuba ,fugiu para Miami.
Cuba ficou com apenas, 3 mil médicos e só tinha 14 professôres na Universidade de Medicina; ameaçada a acabar a medicina em Cuba.
Mas houve um investimento muito grande e foi Che Guevara, que era médico, que bolou este sistema de mudar a medicina e fazer uma medicina comunitária e formar um grande números de médicos para viver dentro das comunidades para fazer uma medicina preventiva e deu certo.
Cuba tem hoje índices de saúde comparáveis e até melhores do que os Estados Unidos e os países da Europa.
Cuba é o maior país do mundo que tem médico per capita de 6,7% ,uma coisa extraordinária.Três vezes a taxa americana aqui nos Estados Unidos e com este excedente de médicos, Cuba manda à décadas médicos para países pobres,países onde tem catástrofes naturais e é um programa que é considerado pela OMS(Organização Mundial de Saúde) como modelo para o resto do mundo .
A OMS gostaria que o modelo cubano fôsse adotado por outros países.
Essa medicina em que o médico vive dentro da comunidade;onde o médico está 24 horas a disposição dos pacientes dentro daquela comunidade onde ele vive, e é muito interessante o sistema e agora os brasileiros vão conviver com estes médicos e então o que ela diz é que em muito países como a Venezuela ,Bolívia,Africa do Sul onde foi uma grande quantidade de médicos cubanos, houve uma resistência enorme das “associações de médicos locais” como está acontecendo no Brasil .
Porque?
Porque é uma resistência de mudança no modelo .
É um modelo diferente.
É um modelo muito mais popular, muito mais comunitário e portanto há uma resistência enorme pelos médicos que foram formados em outro modelo a esta inovação.
É uma revolução mesmo na medicina.
Então ela explica assim,porque há tanta resistência.
Mas em muito países como a Venezuela,Haiti, na Africa do Sul, os médicos cubanos acabaram ficaram muito populares e as pessoas que são atendidas por eles acabam ficando muito grata.Milhões de pessoas no mundo já foram beneficiadas; 600 mil casos de cegueira causadas por deficiência de vitaminas foram tratados e curados por médicos cubanos na África.
Enfim, é uma coisa que a gente tem que tirar o chapéu .
A medicina cubana é um exemplo para o mundo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: