Joaquim foi estimulado por FHC, via telefone, a não esperar mais e decretar a prisão de Dirceu, Genoíno e outros.

24 nov

  • O ministro presidente do Supremo Tribunal Federal, ao longo da fase decisiva do processo contra Dirceu, Genoíno e outros, fez contatos telefônicos, em plena sessão plenária, com Fernando Henrique Cardoso.
    Nos momentos que se seguiram à sessão de quarta-feira, 13, Joaquim foi estimulado por FHC, via telefone, a não esperar mais e decretar a prisão de Dirceu, Genoíno e outros. E deixar alguns de fora, porque “amigos”.
    Esse fato foi levantado em investigações preliminares sobre o comportamento insano do ministro e um grupo de senadores, com base nisso, articula o impedimento de Joaquim Barbosa, com apoio velado de Marco Aurélio Mello que afirma que “não se pode dar poder a quem não tem a cabeça normal, equilíbrio para exercer poder”. É comum a direita falar em passar a limpo o Brasil.
    Tudo bem, vamos começar com Joaquim Barbosa e Fernando Henrique Cardoso e suas conversas. Permitir que um desvairado como Joaquim permaneça presidente da Corte Suprema se equipara a alguém aceitar o estupro e silenciar sobre essa violência.
    Houve um estupro orquestrado das leis no julgamento e no curso dos fatos que se seguiram ao dia 13. Joaquim conversou com FHC assim que decretou as prisões. O ódio somado à sem vergonhice.
    Laerte Braga via Márcio Bastos
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: