Em Cuba Outro Abuso Governo dos EUA de comunicação online

4 abr

A Associated Press tem uma história interessante sobre um outro projeto da USAID para derrubar o governo de Cuba. USAID usado várias empresas de fachada para criar um Twitter como serviço de telefone SMS em Cuba que era, depois de se tornar popular, deveria ser usado para iniciar flash mobs anti-governamentais e conflitos civis:

No seu auge, o projeto atraiu mais de 40.000 cubanos para compartilhar notícias e trocar opiniões. Mas seus assinantes nunca tinham conhecimento que foi criado pelo governo dos EUA, ou que os empreiteiros americanos estavam se reunindo seus dados privados, na esperança de que ele pode ser usado para fins políticos.“Não haverá absolutamente nenhuma menção de Estados Unidos o envolvimento do governo”, de acordo com um memorando de 2010 móvel Accord, um dos empreiteiros do projeto. “Isso é absolutamente crucial para o sucesso a longo prazo do serviço e para garantir o sucesso da missão.”

Um tanto surpreendente é novamente o esforço de longo prazo, o arrendamento ea quantidade aparentemente ilimitada de dinheiro vai para esses programas subversivos dos EUA.

USAID tem sido muito utilizado para “promover a democracia”, ou seja, para derrubar qualquer governo o governo dos EUA não gosta. Vários governos estrangeiros têm tomado as medidas corretas e proibiu as atividades da USAID em seus países. Mas com o uso de empresas de fachada em vários países e métodos semelhantes à CIA algum trabalho USAID crítico é off the record e, muitas vezes escondido atrás de programas aparentemente nativos e inofensivos. O trabalho USAID aberta e legal, por exemplo cerca de 65 projetos na Ucrânia , muitas vezes é apenas um disfarce para os seus projectos mais profundos.

Como no caso da história AP descobre vários outros serviços do governo USAID e pode criar e usar ferramentas on-line para influenciar as massas e abusar deles para seus próprios fins. Russia Today está promovendo um novo aplicativo através do qual as pessoas podem “votar” como em um Ocupar assembleia geral. Mas ao contrário de tal assembléia Ocupar, onde as pessoas estão fisicamente presentes, como um resultado da votação on-line podem facilmente ser manipuladas para simular um consenso para algo que não é consensual a todos.

É importante não só para estar ciente da manipulação possível, mas também para alertar os outros, especialmente os mais jovens, sobre o perigo de aceitar “virtuais” pessoas, movimentos e política como uma substituição do mundo real. Embora seja também possível manipular a realidade factual que é muito mais caro para fazer isso do que abusar do reino online “virtual”.

Enquanto USAID teve que criar um clone do Twitter para o seu fim em Cuba não tem que fazê-lo em outros países. Há Twitter já está estabelecido e pode ser facilmente (ab-) usado por governos estrangeiros, assim como a USAID tinha planejado para o seu clone Cuba. Bloqueio Twitter, como a Turquia tem feito recentemente, pode ser, por vezes, necessárias para prevenir EUA patrocinados “mudança de regime” empreendimentos.

Postado por b em 03 de abril de 2014 em 05:21

Tumblr215

Original

In Cuba Another U.S. Government Abuse Of Online Communication

The Associated Press has an interesting story about another USAID project to overthrow the government of Cuba. USAID used several front companies to create a Twitter like SMS phone service in Cuba which was, after becoming popular, supposed to be used to initiate anti-government flash mobs and civil strife:

At its peak, the project drew in more than 40,000 Cubans to share news and exchange opinions. But its subscribers were never aware it was created by the U.S. government, or that American contractors were gathering their private data in the hope that it might be used for political purposes.“There will be absolutely no mention of United States government involvement,” according to a 2010 memo from Mobile Accord, one of the project’s contractors. “This is absolutely crucial for the long-term success of the service and to ensure the success of the Mission.”

Somewhat astonishing is again the long term effort, the tenancy and the seemingly unlimited amount of money going into such subversive U.S. programs.

USAID has long been used to “promote democracy”, i.e. to overthrow any government the U.S. government does not like. Several foreign governments have have taken the right steps and banned USAID activities in their countries. But with the use of front companies in various countries and methods similar to the CIA some critical USAID work is off the record and often hidden behind seemingly native and harmless programs. The open and legal USAID work, for example some 65 projects in the Ukraine, is often only a cover for its deeper projects.

As in the case the AP story uncovers USAID and various other government services may create and use online tools to influence masses and abuse them for their own purpose. Russia Today is promoting a new app through which people can “vote” like in a Occupy general assembly. But unlike such an Occupy assembly, where people are physically present, such an online vote tally can be easily manipulated to pretend a consensus for something that is not consensual at all.

It is important not only to be aware of the possible manipulation but to also warn others, especially younger people, of the danger of accepting “virtual” persons, movements and politics as a replacement of the real world. While it is also possible to manipulate the factual reality it is much more expensive to do so than to abuse the “virtual” online realm.

While USAID had to create a Twitter clone for its purpose in Cuba it does not have to do so in other countries. There Twitter is already established and can be readily (ab-)used by foreign governments just like USAID had planned for its Cuba clone. Blocking Twitter, as Turkey has recently done, may be at times necessary to prevent U.S. sponsored “regime change” endeavors.

Posted by b on April 3, 2014 at 05:21 AM 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: