GENOÍNO E BARBOSA, DOIS HOMENS, TRÊS DOENÇAS by Francisco Costa

4 maio

Hoje Genoíno aniversaria, completa 68 anos, nas mesmas condições em que se viu na Ditadura Militar: preso, no cárcere, privado da liberdade, quando o bom senso, o humanismo, a orientação médica apontam que deveria estar em casa.

Mas, afinal, o que tem Genoíno?
Permita-me opinar como professor de Biologia (o que está bem longe de ser médico, ressalto), e por ter uma cunhada em situação semelhante à de Genoíno.
No ano passado o deputado teve uma fibrilação atrial, provocada por formação de trombos (coágulos sanguíneos) no interior do coração, o que o obrigou a passar por uma cirurgia de dissecção da aorta.
Só que os trombos são capazes de se fragmentarem em pedaços menores, que migram pela corrente sanguínea e vão obstruir vasos em outros lugares do corpo, o que aconteceu com Genoíno.
Um dos pedaços migrou para o cérebro e Genoíno teve um pequeno acidente vascular cerebral (AVC), que poderia ter sido fatal ou deixado sequelas irreversíveis.
Claro que esta é uma propensão e pode se repetir.
Para contornar ou diminuir as possibilidades da ocorrência, o paciente, nesses casos, tomam anticoagulantes sanguíneos (para dificultar a formação dos trombos), que têm um efeito colateral perigoso: a facilidade de hemorragias, por dificuldade de coagulação.
É como se o paciente ficasse meio hemofílico e um ferimento provocado por uma simples queda ou um corte, mesmo fazendo a barba, se não atendido a tempo, pode levar ao óbito, por perda excessiva de sangue.
Uma junta médica, escolhida a dedo por Joaquim Barbosa, não considerou isso e trancafiou Genoíno na cadeia.
O que aconteceria se houvesse nova formação de trombos ou uma hemorragia? Que recursos há na Papuda? Haveria tempo de levá-lo a um hospital com recursos suficientes? Até onde o psicológico de Genoíno pode facilitar a repetição do quadro que o levou à cirurgia?
Vamos então ao segundo homem e à segunda doença, e copio o publicado no Jornal Estadão, em 2010:

“O ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, que está de licença por recomendação médica, alegando que tem um ‘problema crônico na coluna’ e, por isso, enfrenta dificuldade para despachar e estar presente aos julgamentos no plenário do STF, não tem problemas para marcar presença em festas de amigos ou se encontrar com eles em um conhecido restaurante-bar de Brasília’.
“Na tarde de sábado (ontem), a reportagem do Estado encontrou o ministro e uns amigos no bar do Mercado Municipal, um point da Asa Sul. Na noite de sexta-feira, ele esteve numa festa de aniversário, no Lago Sul, na presença de advogados e magistrados que vivem em Brasília.”
“Joaquim Barbosa está em licença médica desde 26 abril. Se cumprir todos os dias da mais nova licença, ele vai ficar 127 dias fora do STF, só neste ano. Em 2008, ficou outros 66 dias licenciado. Ano passado pegou mais um mês de licença. Advogados e colegas de tribunal reclamam que os processos estão parados no gabinete do ministro.”

Citados dois homens e duas doenças, já não falta homem nenhum, mas ainda falta uma doença, facilmente diagnosticável em alguns homens, e por qualquer um, a que acomete o caráter, como a AIDS, liquidando as suas defesas, ou como um câncer, destruindo-o.
Joaquim Barbosa é doente, tem os sentimentos e a sensibilidade fibriladas, o caráter inválido, o respeito pelo próximo, cancerado.
Mesmo os que não concordam com o que Genoíno representa, pensa faz e fez (e que não é o meus caso, admirador confesso), neste momento devem olhar não para um cidadão que, certo ou errado, lutou e luta pelo que acredita, mas para um senhor na terceira idade, que bem poderia ser nosso pai ou nosso avô.
O impeachment desse projeto de pequeno déspota, em nome da consciência e da dignidade nacionais, é o mínimo que se espera do Senado brasileiro.
A justiça brasileira está sendo ultrajada.

Francisco Costa -Grupo Companheiros
Rio/03/05/2014.”

Anúncios

2 Respostas to “GENOÍNO E BARBOSA, DOIS HOMENS, TRÊS DOENÇAS by Francisco Costa”

  1. Claudiomar Silva maio 4, 2014 às 5:27 pm #

    Talvez deveremos acrescentar uma quarta doença nessa matéria. Realmente José Genoíno, sofreu nos porões da Ditadura Militar fatos que não podemos esquecer. Sofreu para que todos vivermos num Pais Demográfico, fato que esta na memoria de nos Brasileiros. Mas também não podemos esquecer que essa prisão que o nobre deputado, esta cumprindo hoje é fruto de desvio de verbas publicas, verbas que foram tiradas da educação, segurança e principalmente da SAÚDE… Hoje no sistema carcerário Brasileiros, temos pessoas presas por roubar comida para sustentar seus filhos, cumprindo pena em regime fechado e com pena bem mais rigorosa dada ao nobre deputado. Então ao nobre deputado, o senhor é um doente por lutar por um povo e depois roubá-los, tirá-los Educação, segurança e principalmente a SAÚDE. Vamos pensar em quantas famílias foram perdidas nas filas de Hospitais esperando um atendimento que não veio, por falta de médicos ou de medicamentos. Fica um convite para fazermos um visita ao sistema prisional Brasileiro para vermos quantos milhares estão em situação bem pior do que o nobre deputado e por comentarem crimes bem insignificantes perto do famoso mensalão.

  2. florencio1 maio 23, 2014 às 7:02 pm #

    Republicou isso em Florencio1's Blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: