Há dois tipos de pessoas no mundo. Por Maria Luiza Quaresma Tonelli

26 jun
Há dois tipos de pessoas no mundo. Há aqueles que enxergam as desigualdades e as injustiças do mundo e há aqueles que pensam em si mesmos como os únicos injustiçados do mundo. 
As primeiras são pessoas solidárias, generosas, leais e capazes de sair de si mesmas e se colocar na pele do outro. Esse tipo de pessoa é capaz de dar a própria vida por justiça. Porque são generosas, são dotadas do dom do perdão.
As segundas são pessoas ressentidas, traiçoeiras, egoístas, solitárias, não querem justiça; são justiceiras. São pessoas vingativas, incapazes de se colocar no outro. São destituídas de qualquer traço de compaixão, característica dos que são dotados de sentimento de humanidade. Colocar-se acima de tudo e de todos é a forma que encontram para negar a própria pequenez.
As pessoas generosas lutam incansavelmente por liberdade, porque são livres, em qualquer circunstância.
São o exemplo dos fortes. As pessoas egoístas e justiceiras, ao contrário, são prisioneiras de suas frustrações e ressentimentos. São o exemplo dos fracos.
O generoso olha os outros e a vida de frente. Este diz sim à vida.O ressentido dá as costas para para própria vida. Sua missão neste mundo é atravancar caminhos.
Como diz o Poema do Contra do grande Quintana,
“Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!”
Maria Luiza Quaresma Tonelli
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: