Archive | Música RSS feed for this section

Caráter, artigo raro no Brasil

13 maio

 

Resultado de imagem para Lula e marisa

A Bancoop, cooperativa do Sindicato dos bancários de São Paulo, adquiriu um terreno e resolveu construir apartamentos em condomínio, para venda.
Dona Marisa Letícia Lula da Silva, falecida, decidiu comprar uma cota, referente a um apartamento, o que fez, com a anuência de Lula, claro.
Posteriormente a cooperativa não deu conta das obras, acumulando dívidas, e a empreiteira OAS, que vinha realizando as obras, assumiu o empreendimento.
Nesta transferência, da Bancoop para a OAS, abriu-se juridicamente a possibilidade de rescisão do contrato de compra e venda da cota (apartamento) ou renegociação de preço, o que comercialmente se chama janela.
Contra, a família Lula tinha que as obras estavam atrasadas e mais o argumento do ex-presidente, de que não poderia desfrutar da praia em frente, por causa do assédio.
Lembro que na ocasião Lula foi criticado pelos coxas, chamando-o de pop star e estrela, porque Lula afirmou que se fosse morar lá o local se tornaria ponto turístico e ele não teria paz.
O negócio foi desfeito, a rescisão contratual celebrada.
Esta é a história original, repetida por Dona Marisa Letícia, por Lula e que consta na documentação em poder do Moro.
Não há nem nunca houve nenhum documento no nome do Lula, quem comprou o apartamento foi Dona Marisa, quem desfez o negócio foi Dona Marisa
Esta foi a história que Lula contou em Moritiba, no dia 10, e que bate certinho com o que o casal Lula sempre falou e que foi amplamente noticiado pela mídia.
A partir daí, em surto de amnésia, a mídia mau caráter está noticiando que Lula jogou a culpa na mulher, comentarista$ de aluguel estão vomitando que Lula pôs a culpa na mulher e a beócia massa de energúmenos pautados pela mídia está repetindo.
Aí a Polícia Federal, a insuspeita Polícia Federal do Japonês Bonzinho, a Polícia Federal que descobriu em tempo recorde de quem era a meia tonelada de pasta de cocaína transportada pela Perrela’s Airlines, com um monte de delegados cabos eleitorais de Aécio, resolveu processar Lula porque ele insinuou que um contrato sem assinaturas, atribuindo a ele a propriedade de um triplex, foi plantado em sua casa.
As palavras plantado e forjado fazem parte do vocabulário policial em todos os estados, e pelo menos aqui no Rio de Janeiro não há quem não saiba de flagrantes plantados em blits de trânsito e batidas policiais.
Não há quem não saiba de armas postas nas mãos de cadáveres ou drogas nos bolsos de cadáveres, para justificar o assassinato de inocentes ou autos de resistência (assassinato em troca de tiros), inclusive com vídeos no Youtube, feitos clandestinamente, é só baixar.
Caráter vai se tornando coisa cada vez mais rara no Brasil.

Francisco Costa
Rio, 12/05/2017.

UFC :. Pérolas do embate Lula x Moro

11 maio

09.03.2016  DD dia a dia --  Lula   --  CONTRA -- Foto: Divulgaçao

1) MORO: Senhor ex-presidente, preciso lhe advertir que talvez sejam feitas perguntas difíceis para você.
LULA: Não existe pergunta difícil pra quem fala a verdade.

***

2) MORO: Esse documento em que a perícia da PF constatou ter sido feita uma rasura, o senhor sabe quem o rasurou?
LULA: A Polícia Federal não descobriu quem foi? Não? Então, quando descobrir, o senhor me fala, eu também quero saber.

***

3) MORO: O senhor não sabia dos desvios da Petrobras?
LULA: Ninguém sabia dos desvios da Petrobras. Nem eu, nem a imprensa, nem o senhor, nem o Ministério Público e nem a PF. Só ficamos sabendo quando grampearam o Youssef.
MORO: Mas eu não tinha que saber. Não tenho nada com isso.
LULA: Tem sim. Foi o senhor quem soltou o Youssef. O senhor deve saber mais que eu [referindo-se ao escândalo do Banestado].

***

4) LULA: O Dallagnol não tá aqui. Eu queria o Dallagnol aqui pra me explicar aquele PowerPoint.

***

5) MORO: Saíram denúncias na Folha de S. Paulo e no jornal O Globo de que…
LULA: Doutor, não me julgue por notícias, mas por provas.

***

6) LULA: Esse julgamento é feito pela e para a imprensa.
MORO: O julgamento será feito sobre as provas. A questão da imprensa está relacionada a liberdade de imprensa e não tem ligação com o julgamento.
LULA: Talvez o senhor tenha entrado nessa sem perceber, mas seu julgamento está sim ligado a imprensa e os vazamentos. Entrou nessa quando grampeou a conversa da presidente e vazou, conversas na minha casa e vazou, quando mandou um batalhão me buscar em casa, sem me convidar antes, e a imprensa sabia. Tem coisas nesse processo que a imprensa fica sabendo primeiro que os meus advogados. Como pode isso? E, prepare-se, porque estes que me atacam, se perceberem que não há mesmo provas contra mim e que eu não serei preso, irão atacar o senhor com muito mais força.

***

7) MORO: Senhor ex-presidente, você não sabia que Renato Duque roubava a Petrobras?
LULA: Doutor, o filho quando tira nota vermelha, ele não chega em casa e fala: “Pai, tirei nota vermelha”.
MORO: Os meus filhos falam.
LULA: Doutor Moro, o Renato Duque não é seu filho.

***

8) LULA: Doutor Moro, o senhor já deve ter ido com sua esposa numa loja de sapatos e ela fez o vendedor baixar 30 ou 40 caixas de sapatos, experimentou vários e no final, vocês foram embora e não compraram nenhum. Sua esposa é dona de algum sapato, só porque olhou e provou os sapatos? Cadê uma única prova de que eu sou dono de algum tríplex? Apresente provas doutor Moro?

***

9) MORO: O senhor solicitou à OAS que fosse instalado um elevador no tríplex?
LULA: O senhor está vendo essa escada caracol nessa foto? Essa escada tem dezesseis degraus e é do apartamento em que eu moro há 18 anos em São Bernardo. Dezoito anos a Dona Marisa, que tinha problema nas cartilagens do joelho passou subindo e descendo essa escada. O senhor acha que eu iria pedir um elevador no apartamento que eu não comprei, ao invés de pedir um elevador no apartamento em que eu moro, para que a Dona Marisa não precisasse mais subir essa escada?

***

10) LULA: O vazamento das conversas da minha mulher e dela com meus filhos foi o senhor quem autorizou.

***

11) MORO: Tem um documento aqui que fala do tríplex…
LULA: Tá assinado por quem?
MORO: Hmm… A assinatura tá em branco…
LULA: Então, o senhor pode guardar por gentileza!

Rindo até 2030…  ( Via Marcos Alexandre de Moraes- Facebook)

moro e lula para o blog

Ocupação Cambridge une luta e arte pelo direito à cidade

19 out

 

Experiência de cinema colaborativo em São Paulo aproxima artistas e intelectuais de movimentos de sem-teto e refugiados. E explica o direito à cidade, na prática
por Carolina Caffé publicado 16/10/2016 11:00, última modificação 17/10/2016 06:40
JARDIEL CARVALHO/R.U.A FOTO COLETIVO
Ocupação Cambridge

Filme reúne atores consagrados, como José Dumont, e personagens da vida real, como a líder da ocupação Carmen

Ocupar está em voga na cidade de São Paulo. Secundaristas, massa crítica, hortelões comunitários, Ministério da Cultura (MinC), fábricas de cultura, Minhocão, jornadas de junho, ­rolezinhos foram e são fenômenos que apontaram para movimentos de apropriação e ressignificação dos espaços públicos e da vida pública. São insurgências distintas, na maioria um pontapé da juventude. E que, apesar de separadas no mapa, possuem pontos comuns: resistência, prática autônoma e discurso apartidário. Uma experiência chama especial atenção nesse fluxo, principalmente pelo cruzamento entre diferentes tribos urbanas – militantes, artistas, jornalistas, psicanalistas, arquitetos, médicos e refugiados: a Ocupação Cambridge, fruto de um movimento não tão novo, mas importante na história das lutas sociais da cidade, pela moradia digna.

PAULO CÉSAR LIMA/ERA O HOTEL CAMBRIDGEEliana
A diretora Eliane Caffé conviveu com moradores durante quase três anos

Situado no primeiro quarteirão da Avenida 9 de Julho, vizinho do Vale do Anhangabaú, o Hotel Cambridge é dos tempos da “terra da garoa”, inaugurado em 1951. Cerrou as portas em 2002, resistindo ainda algum tempo – antes de fechar de vez – como espaço de festas e eventos, num lobby agitado encimado por andares abandonados. Acabou ocupado na noite de 22 de novembro de 2012 pelo Movimento dos Sem Teto do Centro (MSTC). O edifício sem elevador tem 15 pavimentos e 241 quartos. Após a ocupação, um mutirão de limpeza removeu 15 toneladas de lixo em caçambas de quase 60 caminhões. A reciclagem não era apenas do lixo, mas também do espaço, que deixava de ser um lugar sem função social para abrigar mais de 170 famílias, cerca de 500 pessoas.

“Além de moradia, aqui promovemos ações e debates, para que o direito constitucional que garante a moradia seja cumprido pelo Estado, corrigindo as falhas cometidas há décadas pelo poder público na distribuição urbanística e habitacional das cidades brasileiras”, afirma Carmen Silva, líder da ocupação e da Frente de Luta por Moradia (FLM). O movimento atuou no centro, pois entende que a morada digna não é apenas “telhado e quatro paredes”, mas estar cercada por serviços públicos como transporte, escola, posto de saúde, creches, faculdades e oportunidades de trabalho. A luta é pelo direito à cidade.

CAROLINA CAFFÉCrianças
Horta no telhado, participação de crianças e continuidade do intercâmbio social e cultural depois das filmagens

Shopping rua

Chamam a atenção na ocupação diversos aspectos, entre os quais a gestão coletiva do espaço. As famílias dividem a limpeza e se responsabilizam pelas áreas comuns do prédio. Quando há um morador novo, uma força tarefa busca nas ruas móveis e objetos que possam ser reutilizados (o que eles chamam de “shopping rua”). Há horários limitados para visita, não se tolera o uso de drogas e todos devem participar das assembleias e ações do movimento pela cidade. Para quem vem de fora, impressiona o nível de participação dos moradores em assembleias, fóruns, conferências municipais, passeatas e decisões sobre o orçamento público da cidade. Uma verdadeira aula de cidadania e cuidado com o bem comum.

A liderança feminina também se destaca. “Temos muitas heroínas por aqui”, conta Carmen. “As mulheres ocupam cada vez mais o espaço de luta, defendendo suas famílias e a moradia digna.” Ela própria é uma dessas. Cansada das agressões domésticas, trocou Salvador por São Paulo. Deixou com a família os sete filhos e voltou para buscá-los anos depois. Chegou em São Paulo com as mãos vazias e cheia de esperança no peito. Morou de favor na casa de amigos até saber de uma ocupação no centro. Começava ali a emocionante trajetória de uma vida política marcada por lutas e conquistas, até se tornar líder do movimento que abriga, em mais de 60% dos casos, mães solteiras como ela.

Também nas ocupações do centro vários refugiados encontraram base para nova vida. A ausência de políticas públicas para imigrantes e refugiados faz das ocupações uma alternativa de adaptação e integração com a cidade. Vindos do Congo, Haiti, Senegal, Togo, Camarões, Benin, Colômbia, Peru, Bolívia, República Dominicana e Palestina, procuram, além de uma vida melhor, emprego e um meio de enviar dinheiro para seus familiares nos países de origem. “Quando o refugiado chega na cidade não tem onde dormir. O Brasil abriga cerca de 9 mil refugiados, e em São Paulo são apenas 340 leitos no centro de acolhida”, afirma Pitchou Luambo, refugiado da guerra pelo minério na República Democrática do Congo – e morador da Ocupação Cambridge.

ERA O HOTEL CAMBRIDGE/DIVULGAÇÃOfilmagens.jpg
Tanto os refugiados como os trabalhadores de baixa renda dividem esse problema em comum: a falta da moradia

Cinema colaborativo

A diversidade cultural resultante desse encontro entre brasileiros de diferentes regiões, imigrantes e refugiados, inspirou a cineasta Eliane Caffé a produzir o filme Era o Hotel Cambridge. “O que me interessava retratar era o choque cultural entre refugiados e brasileiros, e aí apareceu o tema das ocupações. Mas no lugar do choque encontramos semelhanças: tanto os refugiados como os trabalhadores de baixa renda dividem esse problema em comum: a falta da moradia”, diz.

Nas oficinas preparatórias, em que Eliane reuniu os refugiados para o estudo e escolha dos “personagens”, foi formado o Grupo dos Refugiados e Imigrantes Sem Teto (Grist), que decidiu expandir os encontros para além do filme. Hoje, o Grist promove debates e palestras sobre refúgio, história africana, xenofobia, racismo e descriminação e promove cursos, campanhas, festivais e shows para difusão e valorização da cultura. Em um ano, o grupo realizou o 1º Fórum dos Refugiados e Imigrantes Sem-Teto de São Paulo, o 1º Festival Musical dos Refugiados de São Paulo (no Largo da Batata, tradicional palco de manifestações na zona oeste) e o evento Conexão Cultural (no Museu da Imagem e do Som, o MIS).

E não foi o único coletivo que se originou no contexto da gravação de Era o Hotel Cambridge. O filme inspirou a formação e o cruzamento de novas ações e movimentos. Um verdadeiro laboratório social e cultural, fazendo São Paulo despertar para uma forma incomum de pensar o cinema: como um legado social. A experiência desafiou as estruturas hierárquicas e tradicionais de direção e produção, propondo uma forma participativa, colaborativa e inclusiva.

O filme mistura ficção e documentário e narra a trajetória de um grupo de refugiados recém-chegados, que se unem aos sem-teto e dividem a ocupação de um antigo edifício no centro de São Paulo. Foi realizado por meio de um processo colaborativo entre a Aurora Filmes, um grupo de estudantes de arquitetura da ­Escola da Cidade e o MSTC. O elenco reúne atores profissionais, como José Dumont e Suely Franco, e atores sociais: os moradores, que interpretam a própria história.

Durante a fase de criação do roteiro, pesquisa e seleção dos personagens, além dos encontros dominicais com o grupo dos refugiados, foram realizadas oficinas de vídeo com os moradores da ocupação, e o observatório web, com exibições e debates. Toda a produção artística envolveu moradores, não apenas como parte da equipe, mas usando dos seus saberes e tecnologias, como o shopping rua.

A professora de Desenho e Arquitetura Carla Caffé, da Escola da Cidade, também diretora de arte de Era o Hotel Cambridge, elaborou um curso para que os alunos colaborassem com o desenho e produção de arte, como na definição de cores, tecidos, imagens, animações, figurinos e cenários. A ideia foi fazer um “cinema de intervenção”em vez de um “cinema de passagem”. Tudo o que fosse construído para os cenários não deveria ser desfeito, e sim ter uma função, um legado, enquanto a ocupação existir.

A disciplina foi realizada com 21 estudantes e o professor Luís Felipe Abbud. A atividade experimental uniu ensino de arquitetura ao de direção de arte cinematográfica. A disciplina trouxe à tona problemáticas urbanas como a compreensão e atuação com um movimento social de luta por moradia (MSTC) e o reúso inteligente de materiais descartados, em oficinas com o Coletivo Basurama. “Equipamos a biblioteca, o brechó, a área das costureiras e o saguão de entrada do hotel”, diz Carla. “Equipamos os pontos de encontro e interação dos espaços comuns do edifício, para incentivar o espírito de coletividade do movimento.”

Os encontros de pesquisa e criação com os personagens sociais começaram a reunir entusiastas de todos os campos e ganhar vida própria. Mesmo depois de as gravações terminarem, o intercâmbio social e cultural era tão forte que muitos da equipe do filme resolveram continuar­ suas ações e oficinas, e novos movimentos começaram a brotar na ocupação: a fome dos paulistanos em ocupar, sair das bolhas, cruzar fronteiras e desafiar a ordem.

A construção da horta comunitária no telhado do prédio – com o Coletivo Habitacidade –, aulas de dança africana, intervenções de jornalistas independentes, grupos de trabalho em psicanálise – conduzidos por profissionais do Instituto Sedes Sapientiae –, a formação do Centro de Assistência à Saúde dos Imigrantes e Refugiados (Casir) e ações do coletivo interdisciplinar Linha de Frente e da Residência Artística Cambridge são algumas das ações que acontecem hoje no local.

Era o Hotel Cambridge ganhou prêmio e foi lançado em setembro deste ano no Festival San Sebastián, na Espanha, um dos mais importantes do mundo. Ganhou reconhecimento internacional em exposições como no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (o MIT, nos Estados Unidos), em março. No Brasil, deve entrar em cartaz no início de 2017.

“Eu gostaria de seguir esta experiência de um filme expandido também na fase de comercialização”, diz Eliane. “Os festivais convidam, pagam passagem ­aérea geralmente para diretor e produtor. Quando você chega lá no tapete vermelho tem a mídia imensa esperando você passar, e quando a gente fala em lançamento expandido, quer dizer não deixar o pessoal do movimento fora dessa, e aproveitar a oportunidade para fazer novas articulações similares em evento que estão acontecendo no mundo, de ocupação e de refugiados.”

Na Espanha, Carmen Silva, do MSTC, conheceu e fez alianças com lideranças da Plataforma de Afetados pela Hipoteca (PAH), associação surgida em fevereiro de 2009 em Barcelona. “Estamos conseguindo levar para fora a nossa luta”, celebra Carmen. “É uma grande oportunidade de dar visibilidade ao movimento que sempre foi muito discriminado pela mídia. O filme permitiu mostrar que não somos vândalos, e sim famílias e trabalhadores lutando pelos direitos garantidos na nossa Constituição.”

PAULO CÉSAR LIMAocupacao12_foto_paulo_cesar_lima.jpg

Fachada do Cambrige, no centro de São Paulo: ocupação em hotel fechado em 2002 reúne 500 pessoasDireito de ocupar

Em tempos em que o espaço público das cidades se vê ultrajado por bombas de efeito moral e balas de borracha, ocupar virou palavra de ordem para quem defende a democracia e a vida. Como diz o poeta Hamilton Faria, sociólogo do Instituto Pólis: “É preciso desobedecer as práticas antidemocráticas: na vida cotidiana, nas instituições e na sociedade em geral. Ocupar não é invadir. É entrar pacificamente e dizer ‘olha, eu tenho voz e isso me pertence’. A Funarte não é do Ministério da Cultura, as escolas não são do governo estadual, os espaços públicos não são do governo. Eles são públicos”.

O conceito do Direito à Cidade tem ganhado visibilidade e reconhecimento, não apenas entre a sociedade civil mas também dos governos mundiais (como a inclusão do termo na Nova Agenda Urbana, documento oficial da Organização das Nações Unidas). A arquiteto e curador Guilherme Wisnik lembra que a ideia de Direito à Cidade para Henri Lefebvre (filósofo francês, autor do conceito) implicava não em um direito aos serviços da cidade exatamente, mas um direito de transformar a cidade. Inventar uma nova cidade a partir do real.

Segundo Wisnik, o pensamento ficou esquecido por no mínimo duas décadas (de 1980 e 1990) de predominância do pensamento neoliberal de que tudo aquilo que foi postulado como possibilidade transformadora nos anos 60 tinha se revelado impossível, segundo o raciocínio pragmático. “Mas na virada do século aconteceu por diversas frentes uma espécie de ataque ao coração do sistema, e essas manifestações se desdobraram em possibilidades reais de que o sistema pudesse ser mudado”, afirma.

A Ocupacão Cambridge não é apenas um marco de resistência ao modelo individualista, competitivo e alienado das cidades modernas capitalistas. É, ao mesmo tempo, um modelo a ser observado e aprendido como paradigma de cidade e relações humanas. As soluções para os grandes problemas que vivemos nas cidades não precisam ser inventadas, mas reconhecidas e fortalecidas. Era o Hotel Cambridge é um exemplo de apropriação das tecnologias e saberes produzidos nas ocupações.Assista à reportagem da TVT sobre o filme

RBA

QUERIDA AMIGA MARIANA MAYOR

4 fev

Por Sergio Ricardo

A memória como ja lhe disse, dentre milhões de acontecimentos vividos nessa trilha agitada de minha rota artística, recusou-se a armazenar detalhes, para me reservar o espirito compartilhado com amigos e correligionários, maior parte dos quais nem de seus nomes ou fatos me deixa lembrar com exatidão, o que me conduz a fazer uma síntese não dos fatos ou pessoas, mas da importância de uma luta vivida com tanta entrega, tanto amor à causa e ao povo brasileiro, como nunca mais vi em nossa história.

Eramos basicamente uma grande família de guerreiros dispostos a tudo para atingirmos nossos objetivos políticos e culturais e até mudamos radicalmente alguns caminhos, como a bossa nova, por exemplo, cedendo lugar a um canto mais abrangente de congregação e elucidação dos crimes morais contra nosso povo, exaltando e reinventando sua emancipação, a ponto de abrirmos mão das conquistas estéticas adquiridas pela Bossa, visando a comunicação de nossos ideais para alcançarmos a alma brasileira com a linguagem que lhes chegasse como a sua própria, tanto na música, no cinema, no teatro etc.

Um diálogo sem rodeios imposto pela falsa erudição dessa elite que acreditava estar reinventando um Brasil, arremedando outros povos e outras culturas que nos colonizavam em troca de nossos bens, e mergulhados cada vez mais na nossa ignorância, tão vasta quanto a dimensão de nossas matas por esse continente generoso.

A mesma chama que conduzia Chico de Assis, Vianinha, Boal, Guarnieri, João das Neves, Aracy Balabanian, Renato Consorte, Rolando Boldrim, Carlos Lyra, Nelson Pereira dos Santos, Ruy Guerra, Glauber Rocha, Antonio Fagundes, Myriam Muniz, Plinio Marcos, Sidney Miller, era a mesma que conduzia uma infinidade de amigos, em CPCS, Feiras de Opinião, Teatro de Arena, palcos e shows e peças de teatro, na tela do Cinema Novo, pelas faculdades, caatingas nordestinas, passeatas, porta de fábricas, onde quer que o povo pudesse ter acesso para se esclarecer dos fatos e luta em busca da solução.

E já se avistava um novo Brasil ancorando nos portos de norte a sul do país. Foi uma época gloriosa e mesmo calados pela censura da ditadura, nossa semente germinou na alma dos artistas que posteriormente foram surgindo.

Chico de Assis, por exemplo, a quem você se refere, foi meu parceiro em Brincadeira de Angola, amigo e irmão, batizou minha filha Adriana e nos tornamos compadres.

Um dos fundadores do CPC, teatrólogo e líder nato, teve suas idéias e peças encenadas para camponeses, elucidou muitas cabeças pensantes, e deixou uma obra importante, volta e meia encenada por esse país a fora.

Devo à sua lucidez minha transformação ideológica e seus ensinamentos estão espalhados pelo meu trabalho como uma luz no fim do túnel.

A mesma luz que estamos todos, os que queremos libertar nosso pais, tentando alcançar, apesar das “cunhas” cravadas por essa corja tentando embarreirar nosso processo libertário.

ALERTA AOS CAROS AMIGOS DA MÚSICA por Sergio Ricardo

2 jan

Nem saudosismo nem preconceito.

Só uma pequena observação de quem é obrigado, mesmo distante dos meios de comunicação, a ter que ouvir o som que me vem pela janela, lembrando-me a todo o momento da destruição sonora emitida pela favela, ligada 24 horas por dia aos rádios e tvs, massificando o gosto popular, que lamentavelmente, emprenhado pelo costume, já canta e dança um falso Brasil.

Mecânico, feio, sem ginga ou balanço, negando suas raízes, a cada acentuação rítmica elementar e hipnótica das ausências de mensagens que se ouve por aí, como a martelar um decreto do sistema, a essa altura, já absorvido, com a intenção de burrificar e alienar a capacidade criativa do povo.

O bate-estacas de seu conteúdo, além de despersonalizar os sinais culturais atávicos de nossa cultura musical, outrora imitada e respeitada por todo o mundo, hoje é até recusada pelos animais. Dela, hoje, nem sinais.

Cada fração dessa alienação são vinténs a se somarem na fortuna desse império que só visa o lucro, e mais do que isto, limpa o terreno para impor suas diretrizes sociais e políticas.

Somos todos americanos e de tal forma já dominados, que quem não usa vocábulos do inglês, não consegue mais articular o português. Indução pura.

Modéstia à parte, como compositor posso enumerar as perdas de nossas conquistas, de há muito, gradativamente perdidas, sob uma rígida análise teórica da estrutura da composição musical.

1- Melodia = pobre sem a construção das variantes de células melódicas a surpreender pela beleza de suas alternâncias como a contar uma história com princípio, meio e fim, que caracterizam a riqueza de um tema.
2- Harmonia – Preso a um, dois, ou no máximo três acordes, não embeleza a melodia com surpresas de encadeamento, dando estofo de beleza à ela, ajudando o desenvolvimento orquestral e dar forma particular à obra.
3 – Ritmo – Sempre o mesmo bate estacas limitando e escravizando a correspondência ou diversificação a colorir uma canção. Hipnótica. Primitiva. Repetitiva à exacerbação.
4 – Poema – Palavras ou frases repetitivas, sem conteúdo, muitas vezes de profundo mau gosto, ou pornográficos, como a comentar o obvio ululante, ou sem poesia alguma.

Chamar isto de música popular, no Brasil, é uma acinte à Africanidade e Lusitania rítmica e melódica herdadas de nossos ancestrais, sobre as quais inventamos os choros, os sambas, o frevo, a capoeira, etc. etc. com seus contratempos e riqueza rítmica movendo nosso corpo com nosso balanço próprio, imitado por outros povos, e dando nosso recado nobre e belo. Joguemos no lixo Caymmi, Cartola, J. Gilberto, Pixinguinha, Luis Gonzaga, Noel Rosa, Radamés Gnatalli, Tom Jobim, e tantos outros em detrimento de um bate estacas que nunca sai de moda e nada fala de nossos anseios, sentimentos, fincados na alma de nossa história?

Felizmente há uma juventude de estudiosos e cheia de talento nas periferias dessa imposição dos canalhas da comunicação que andam arriando as calças à determinação de retrocesso dos donos da grana. Mais uma vergonha nacional. Caro colega, não caia nessa esparrela. Vamos retomar nosso processo cultural que anda aos pedaços e enriquece-lo com sua contribuição e talento. Chega de frescura.

Sergio Ricardo- Compositor e cineasta

foto_imagem/3-5.jpg

Corporações judaicas possuem 96% do mundo da mídia

12 jul

O poder da mentira, engano e desinformação, o poder de enganar, fazer falsa propaganda , denegrir e perseguir. O poder de digitar candidatos políticos, o poder de induzir a estupidez coletiva.

“Você sabe muito bem, e os estúpidos americanos sabem igualmente bem, que nós controlamos o seu governo, independentemente de quem se senta na Casa Branca. Você vê, eu sei que é isso e você sabe que nenhum presidente americano pode estar em uma posição nos desafiar, mesmo que fazer o impensável. Que eles (os americanos) podem fazer conosco? Nós controlamos o congresso, que controlam a mídia, nós controlamos o “show business”, e nós controlamos tudo nos Estados Unidos. na América você pode criticar Deus, mas você não pode criticar Israel “(O porta-voz israelense Tzipora Menache)

Mas a medida deste poder não está limitado apenas para os EUA, atinge todo o mundo, incluindo Europa, e América do Sul. O controle sionista judeu da mídia, jornais, “notícias” digital e entretenimento, é total.

É hora de encarar a realidade e entender que qualquer um que acredita na liberdade de expressão e pensamento, apresentar provas contra Israel, e também contra as corporações e bancos judeus é chamado de “conspiranoico” na melhor das hipóteses.

Então 4 maiores empresas de mídia do mundo.
Todas pertencem aos mesmos proprietários
– Uma reflexão na parte inferior do artigo.

1 – DISNEY


A maior empresa de mídia do mundo é o conglomerado The Walt Disney Company a partir da família de banqueiros Rothschild judeu, cujo presidente e CEO, Robert Iger, é um judeu. Esta corporação da Disney comumente chamado, é uma multinacional diversificada americano constitui o maior império da mídia de massa do mundo.

Esta “mostruoso controle das massas” inclui várias empresas que parecem independentes e até mesmo fingem competir entre si . Como por exemplo a Walt Disney Picture Group, inclui Touchstone Pictures, Hollywood Pictures, Caravan Pictures e Miramax Films.

“A melhor maneira de controlar a oposição ainda é ser a oposição”

Alex Jones e seu show fazem parte da corporação Disney. Muitos conhecem o famoso apresentador e de seu discurso contra o ABC ou outros meios de comunicação de massa.

Em resumo a Disney possui:
1) Cinema e teatro –
Disneynature, da Disney Theatrical Productions, Touchstone Pictures, Marvel Entertainment, a Lucasfilm, Walt Disney Pictures, DisneyToon Studios, Walt Disney Animation Studios, Pixar Animation Studios, Walt Disney Studios Motion Pictures International (Distribuição) , Walt Disney Studios Home Entertainment, Miramax Films. Música – Disney Music Group, Hollywood Records, Walt Disney Records.

2) Televisão –
ABC-Owned Television Stations Group, WLS (Chicago, IL),
KFSN (Fresno, CA),
KTRK (Houston, TX),
KABC (Los Angeles, CA),
WABC (New York, NY),
WPVI (Philadelphia, PA),
WTVD (Raleigh-Durham, NC),
KGO (San Francisco, CA),
Disney ABC Television Group,
ABC Television Network (ABC Daytime, ABC Entertainment e ABC News),
ABC Family,
ABC Studios, A & E Television Networks (50%),
The Biography Channel (50%),
a Disney ABC Domestic Television, a
Disney ABC International Television,
Disney-ABC Television-ESPN,
Disney Channel Worldwide (Disney XD, Playhouse Disney, Jetix e ABC Kids),
História (ex-The History Channel) (50%),
H2 (50%),
Hungama,
Lifetime Entertainment Services (50%),
SOAPnet, a Disney Junior (Flandres e Países Baixos),
ESPN, Inc. (80%),
ESPN (e ESPN.com e ESPN360.com),
ESPN2,
ESPN 3D,
ESPN Classic,
ESPN Deportes,
ESPNEWS,
ESPNU,
ESPN Enterprises,
ESPN interativo,
ESPN Internacional,
ESPN Mobile Properties,
ESPN on Demand,
ESPN PPV,
ESPN Regional Television,
Rede Longhorn. Rádio –
WDDY AM (Albany, NY),
WDWD AM (Atlanta, GA),
WMKI AM (Boston, MA),
WGFY AM (Charlotte, NC),
WRDZ AM (Chicago, IL),
WWMK AM (Cleveland, OH)
KMKI AM (Dallas-Fort Worth, TX),
KDDZ AM (Denver, CO),
WFDF AM (Detroit, MI),
KMIC AM (Houston, TX),
WRDZ FM (Indianapolis, IN),
KPHN AM (Kansas City, MO )
kdis FM (Little Rock, AR),
kdis AM (Los Angeles, CA),
WMYM AM (Miami, FL),
WKSH AM (Milwaukee, WI),
KDIZ AM (Minneapolis, MN),
WQEW AM (New York, NY),
WDYZ AM (Orlando, FL),
WWJZ AM (Philadelphia, PA),
KMIK AM (Phoenix, AZ),
KDZR AM (Portland, OR),
WDZY AM (Richmond, VA),
os kiids AM (Sacramento, CA) ,
KWDZ AM (Salt Lake City, UT),
KRDY AM (San Antonio, TX),
KMKY AM (San Francisco, CA),
KKDZ AM (Seattle, WA),
WSDZ AM (St. Louis, MO),
WWMI AM (Tampa, FL),
ESPN Radio,
WMVP (Chicago, IL),
KESN (Dallas-Fort Worth, TX),
KSPN (Los Angeles, CA),
WEPN (New York, NY),
WDDZ AM (Pittsburgh, PA),
The Alex Jones Radio Show (ABC).

3)Publicações – Hyperion Books,
ABC Daytime Press,
Hyperion, Jump At The Sun,
Mirimax Livros,
Voz,
a Disney Publishing Worldwide,
da Disney livros digitais,
a Disney Inglés,
a Disney Grupo Global de Livro,
Revistas global Crianças,
Revistas dos Estados Unidos,
a ESPN The Magazine (50% com Hearst),
ESPN Books,
Parques e Resorts, aventuras pela Disney,
a Disney Cruise Line,
Disneyland Resort,
Disneyland Resort Paris (51%),
Disney Vacation Club, Hong Kong Disneyland (48%),
Shanghai Disney (43%),
Tokyo Disney Resort (Possuído e operado a Oriental Land Company),
Walt Disney Imagineering,
Walt Disney World Resort.

Outros –
Todos os canais da
Disney Youtube, incluindo
Alex Jones Infowars,
The Baby Einstein Company,
Club Penguin,
da Disney Consumer Products,
The Disney Store,
a Disney roupa, acessórios e calçado a Disney,
a Disney Moda & Home,
a Disney Food,
a Disney Saúde e Beleza,
a Disney Stationery,
a Disney Toys,
Disney Interactive Media Group,
Disney Interactive Studios,
Disney Online (Disney.com),
Disney Online Studios,
da Disney mobile,
El Capitan Theatre,
The Muppets Studio,
Playdom, Rúcula pack,
UTV Software Communications Lucas Arts.

Quem são os donos da Disney?

A família de banqueiros Rothschild:
VANGUARD GROUP INC,
a State Street Corp,
FMR LLC,
MASSACHUSETTS SERVIÇOS FINANCEIROS CO,
Barclays Global Investors UK HOLDINGS LTD – Vanguard Group Inc pertence Rothschild Asset Management Inc.,
State Street Corporation detém diretamente Edmond de Rothschild, FMR LLC é uma empresa do Rothschild Bank AG,
Massachusetts Financial Services Co.,
é o Banco Rothschild de Londres,
Rothschild Bank of Berlin,
Barclays global Investors UK Holdings Ltd é Barclays Bank plc, Marcus Agius casou com a filha de Edmond de Rothschild.

Administração também todas as empresas da Disney são judeus. E enquanto a Disney mantém inocente imagem, infantil, a corporação foi estendido para a produção de sexo explícito, violência e promoção de medicamentos. A Disney também possui várias empresas de TV europeus.

2 – Time Warner


A segunda maior mídia de massa e empresa de entretenimento global, anteriormente conhecido como AOL Time Warner, Time Warner é de propriedade da família judaica Rothschild bancário, desta vez, incluindo suas empresas farmacêuticas para os acionistas. O gerente-geral ou CEO da Time Warner é outro judeu chamado Jeffrey L. Bewkes.

Time Warner Inc. é uma empresa multinacional americana com sede no Time Warner Center, em Nova York desde meados de 2010, é o segundo grupo de mídia e entretenimento no mundo (atrás de The Walt Disney Company).

Time Warner também desempenha para cobrir a sua própria oposição, sendo o dono da CNN, uma seqüência que muitos consideram “alternativa” confiável e a alegada amizade entre Ted Turner e Fidel Castro. E documentários finanças e filmes de Michael Moore (que Alex Jones da Disney criticado por sua relação com a Time Warner não Irônico?). Goldman Sachs tem uma relação amigável com seus patrões Rothschild empresa relacionada com esta e muitas outras empresas que compartilham.

Em suma Time Warner possui:

Home Box Office (HBO) –

@ Max 5 Estrelas de Max,

Ação Max, Cinemax,

Cinemax On Demand,

HBO,

HBO2,

HBO Ásia / Sul da Ásia,

HBO Comedy,

HBO Interno e Distribuição do Programa Internacional ,

HBO Europa,

HBO família,

HBO Go,

HBO Home Entertainment,

HBO Latin America,

HBO Latino,

HBO On Demand,

HBO Signature,

HBO Zone,

MAX,

MAX Go,

mais Max,

Thriller Max,

Max W,

Outer Max,

Turner Broadcasting System – Adult Swim,

Eu amo cinema,

Boomerang,

Cartoonito,

Cartoon Network,

Cartoon Network Asia Pacific,

Cartoon Network Ásia,

Cartoon Network Austrália,

Cartoon Network Índia,

Japão Cartoon Network,

Cartoon Network Coreia do Sul,

Nova Zelândia Cartoon Network,

Cartoon Network Filipinas,

Cartoon Network Sudeste Asiático,

Taiwan Cartoon Network,

Cartoon Network Tailândia,

Vietnã Cartoon Network,

Cartoon Network Europa,

Oriente Médio e África,

Reino Unido Cartoon Network,

Cartoon Network França,

Cartoon Network Espanha,

Itália Cartoon Network,

Cartoon Network Polônia,

Holanda Cartoon Network,

Cartoon Network Suécia,

Dinamarca Cartoon Network,

Cartoon Network Roménia,

Hungria Cartoon Network,

Cartoon Network Alemanha,

Cartoon Network Africa,

Pan Cartoon Network Europa,

Cartoon Network Turquia,

Escandinávia Cartoon Network,

Cartoon Network Rússia,

Bulgária Cartoon Network,

desenhos animados Rede Árabe,

Cartoon Network Japão,

Cartoon Network América Latina,

Cartoon Network Argentina,

Bogata Cartoon Network,

Cartoon Network Brasil,

Chile Cartoon Network,

Cartoon Network México,

Venezuela Cartoon Network,

Cartoon Network Too.

CNN – CNN / EUA, CNN.com,

CNN Airport Network CNN em espanhol,

CNN International, CNN Mobile,

CNN Newsource,

CNNRadio Glitz *,

HTV, Infinito. Japão Imagem Communications Co., Ltd.

(JIC) – Tabi Canal Mondo TV Channel,

HLN,

HLN na Ásia-Pacífico,

América Latina, em HLN,

I-SAT, Much Music,

NASCAR.com, Peachtree TV,

PGA.com, Pogo ,

TBS,

TCM Ásia,

TCM Austrália / Nova Zelândia,

TCM Canadá,

França TCM,

TCM América Latina,

Espanha TCM, TCM UK,

TheSmokingGun.com,

TNT HD,

TNT América Latina, tooncast, Toonami, truTV,

Turner Classic Movies,

Turner Television Network,

Turner Sports,

Joint Ventures,

BOING,

Cartoon Network Coréia,

CNN.co.jp (japonês),

CNN.de (Alemão),

CNN-IBN
CNNj,

CNNMexico.com,

CNNMoney.com,

CNN Chile,

CNN Türk,

Lumière Cinema,

Q-TV,

WB-Warner Channel,

Warner Bros Entertainment.

DC Entertainment,

DC Comics,

DC Universe,

DCUniverseOnline.com,

Revista MAD, Vertigo, Flixster,

New Line Cinema,

Warner Bros Consumer Products,

a Warner Bros Internacional Cinemas,

Warner Bros Home Entertainment Group,

Warner Bros avançadas Serviços Digitais,

Warner Bros Anti-Pirataria de Operações,

Distribuição Warner Bros digital,

Warner Bros Interactive Entertainment,

Operações Técnicas da Warner Bros,

a Warner Home Video,

a Warner Bros Pictures Group,

Warner Bros Pictures,

Warner Bros Pictures International,

Warner Bros Estúdio Instalações,

Warner Bros Television Group,

Warner Bros Animation,

The CW Television Network,

studio 2.0, Telepictures Productions,

Warner Bros Television,

Warner Bros Domestic Television Distribution,

Warner Bros internacionais serviços de marca,

a Warner Bros International Television Distribution ,

Produção Warner Bros International Television,

Warner Horizon Television,

Warner Bros Teatro Ventures. Time Inc. – All You,

Coastal Living,

Cooking Light,

Entertainment Weekly,

Essence,

Fortune,

Revista Golf,

Health,

InStyle,

Dinheiro,

Pessoas,

Pessoas País,

Pessoas em espanhol,

Pessoas StyleWatch,

Real Simple,

Sports Illustrated,

Sports Illustrated Crianças ,

Southern Living,

Sunset,

This Old House,

Time For Kids,

Time Asia,

Tempo Europa,

Oriente Médio e África,

Tempo EUA,

Time Inc. digital Only,

CelebrityBabyBlog.com,

CNNMoney.com,

FanNation.com,

LIFE.com,

MyHomeideas.com,

MyRecipes.com,

Grupo Expansão Editorial – Equilíbrio, Chilango,

Premier Classe,

FORTUNE

, CNN México,

Cronos º,

Smart Money,

ELLE,

Endless Vacation,

Escala,

Ampliação, Plano de Big,

IDC e um Conselho Fiscal,

IDC online,

InStyle,

Vida e Estilo,

Loop,

Manufacturing,

Part Time, metros cúbicos,

Works,

Who,

Quo,

Revolution,

Travel & Leisure,

México,

Flight,

IPC Mídia, 25 Beautiful Home,

Amador Jardinagem,

Fotógrafo amador,

Correio do pescador ,

cozinhas bonitas,

bate-papo,

bate-papo-It do destino
Casas de campo & Interiores,

Country Life,

Esporte,

Ciclismo ativa,

Cycling Weekly,

Decanter Essentials Eventing,

Feel Good Games,

Golf Monthly,

Homes & Gardens,

Cavalo,

Horse & Hound,

IBI Ideal Home InStyle (UK),

Livingetc ,

Olha,

Marie Claire Motor Boat & Yachting,

Barcos a motor Mensal,

MBR – mountain Bike Rider,

NME,

agora,

nozes,

Pick me Up,

Practical Boat Owner,

Rugby Mundial de Tiro tiro Diário Horários & Revista Country,

Shootinguk, Soaplife,

Sporting Gun,

Superyacht Negócios,

Superyacht mundo,

Teen Now,

The Field,

TV & Semana satélite,

TV Fácil,

TVTimes,

Uncut Volksworld,

VW Camper & Bus,

Wallpaper * O Camera digital, que está na TV, Mulher, Mulher especial Série, Woman & Home, Mulher & Home Feel Good Food, Woman & Home Feel Good Você, mulher do próprio, própria série vida de Mulher, semana da Mulher, semana Home Series Fiction Weekly dA MULHER,

Semanal Série Viva da Mulher,

World Soccer,

Yachting Monthly,

Yachting Mundial,

IPC digital

Apenas, goodtoknow.co.uk, goodtoknow receitas, housetohome.co.uk, TrustedReviews.com, mousebreaker.com, YBW.com,

Time Warner Investments Group – Adaptly, Adify,

Admeld,

Arroyo, bigband Networks,

bluefin Labs,BroadLogic, coexistir,

CrowdStar, sinais dinâmicos,

Double Fusion,

Everyday Health, Exent,

Gaia Online, GetGlue, GoldPocket, Glu mobile, Kosmix, Criador Studios, MediaVast, Meebo, N2 banda larga,

TV Nuvo, PlanetOut Inc., PlaySpan, ScanScout, Simulmedia, Skystream Networks, Tremor Vídeo,

Trion Worlds, Tumri, Turbina,

Vindigo, mundo visível. Time Warner Media Group Global. Warner Music.

E mais uma vez a questão. Quem são os donos da Time Warner?

A família de banqueiros Rothschild:. DODGE & COX, VANGUARD GROUP INC, CORP STATE STREET, FRANKLIN RESOURCES INC, LTD INVESCO CAPITAL MUNDIAL INVESTIDORES – Pesquisa Dodge & Cox parece à primeira vista uma corporação independente, mas seus principais acionistas convergir novamente no família Rothschild, por exemplo, Softbank, HEWLETT PACKARD CO, NOVARTIS A G.

Softbank Corp é de propriedade da Paulson & Co. Inc. (JP Morgan Chase controlado pelos Rothschilds, Bank of America-Rothschild,

Morgan Stanley controlado por Rothschild e Bank of New York Mellon Corp – Rothschild,

Vanguard Group Inc -Rothschild, State Street Corp-Rothschild, BARCLAYS PLC-Rothschild).

Hewlett Packard é de propriedade da State Street Corp-Rothschild,

Vanguard Group Inc-Rothschild,

Capital Research Global Investors-Rothschild, o Barclays PLC-Rothschild.

Novartis Laboratories é de propriedade da Dodge & Cox (40% de participação), formando um loop infinito.

O mesmo vale para Franklin Resources Inc. (Merck & Co-Rothschild, MICROSOFT CORP-sionista Bill Gates, mas controlado pelos Rothschilds,

Softbank Corp-circuito novo,

Pfizer Inc-Rothschild, APPLE INC-de Rothschild, Etc. também incluem Fargo, Shell, e JP Morgan Chase.) e Invesco LTD. (Apple Inc., Rothschild, Microsoft-loop, Google-Rothschild, Citigroup, Rothschild, etc.)

3 – 21 Century Fox (News Corporation e sua divisão)


News Corporation ou News Corp foi uma empresa multinacional de mídia que pertencia a Rupert Murdoch criminal. News Corp subiu para o segundo lugar na escala dos meios de comunicação mais importantes do mundo (2011), e foi o terceiro planeta empresa dedicada ao entretenimento em 2009.

Atualmente, a News Corporation tem sede em 1211 Avenue of the Americas , New York, no complexo Rockefeller Center.

Fato: Entre as suas participações foram:

News Limited (um grupo de editores de jornais na Austrália, país natal de Murdoch),

News International (uma empresa jornalística no Reino Unido, por exemplo, que publica o The Times e The Sun)

Dow Jones & Company (a editora dos EUA de mídia financeira, incluindo o The Wall Street Journal), HarperCollins e Fox Entertainment Group (dono do estúdio de cinema 20th Century Fox e Fox Broadcasting Company, uma das principais redes de televisão dos Estados Unidos) .

O jogador de 28 junho de 2012, Rupert Murdoch corporação dividido a sua actividade em duas de capital aberto, a encaminhar os meios audiovisuais, e um para a publicação e gráficos web. A divisão assumiu oficialmente o lugar 28 de junho de 2013; quando a News Corp foi renomeado 21st Century Fox

21st Century Fox e News Corporation são donos de TV – canal Fox News,

Fox Business Network,

FOX Esportes universitários,

Fox Sports,

Fox Movie Channel,

Fox Pan American Sports (33%),

Fox Sports redes regionais,

FOX Soccer Channel,

FOX Sports Enterprises,

FOX Sports Net,

Big Ten Network (49%),

FSN,

Fuel TV,

FX,

Nat Geo Wild (71%), Estados Unidos National Geographic Channel (71%),

VELOCIDADE STAR, Stats, Inc. (50 %),

YES Network (49%),

Fox Television Stations,

WAGA (Atlanta),

KTBC (Austin),

WUTB (Baltimore),

WFXT (Boston),

WFLD (Chicago),

WPWR (Chicago),

KDFW (Dallas) ,

KDFI (Dallas),

WJBK (Detroit),

KRIV (Houston),

KTXH (Houston),

KTTV (Los Angeles),

KCOP (Los Angeles),

WHBQ (Memphis),

KMSP (Minneapolis),

WFTC (Minneapolis),

WNYW (New York City),

WWOR (New Jersey),

WOGX (Ocala-Gainesville),

WRBW (Orlando), wofl (Orlando),

WTXF (Philadelphia),

KUTP (Phoenix), KSAZ (Phoenix),

WTVT (Tampa Bay),

WTTG (Washington DC), WDCA (Washington DC),

TV por satélite – BSkyB (39%), FOXTEL (25%) Sky Deutschland (49,9%),

SKY Italia,

Sky Network Television Limited (44%),

a Tata Sky (29,8% ),

emissoras de TV internacionais – FOX Europa, África, Ásia e América Latina, Europa e Ásia

CRIME FOX, FOX Life Europa, África, Ásia e Lationamerica, Fox Filmes Ásia e Oriente Médio,

a Europa PRÓXIMO FOX,

FOX RETRO Europa e África,

FOX DESPORTO, Europa, África e América Latina,

FOX Telecolombia (51%),

África AquaVision PRODUCTIONS,

Asianet (75%),

Baby TV Europa,

Ásia e América Latina,

CANAL [V] Índia, CANAL [V] Taiwan, CANAL [V] Música Tailândia (49%),

ESPN STAR Sports (50%),

FX Europa,

África,

Ásia e América Latina,

LAPTV (Filme Cidade pack,

Cinecanal ea zona Film) (78%),

National Geographic Channels International (52%),

Nat Geo Adventure Europa e Ásia, Nat Geo Music Europe,

África e Ásia,

Nat Geo selvagem Europa,

África,

Ásia e América Latina,

Ásia NHNZ PRODUCTIONS,

Phoenix Satellite Television (18%), Premier Media Group,

Rotana (19%),

velocidade América Latina,

STAR Canal chinesa,

Star Movies chinês,

Star Movies chinês 2,

STAR Den (50%),

Estrela de Ouro,

estrela filmes

, filmes Star Ásia,

Vida OK (uma estrela),

STAR PLUS,

STAR UTSAV Star World Índia,

Star World Ásia,

Expat, Telecine (13%),

Ásia Canal M,

Vijay (81%),

Europa VOYAGE,

XING KONG (47%),

Outros TV-FOX Broadcasting Company,

Fox Sports,

Fox Sports Australia,

Fox Television Stations, MyNetworkTV, cinema – Twentieth Century Fox,

a Twentieth Century Fox Espanhol,

Twentieth Century Fox Home Entertainment,

Twentieth Century Fox International,

20th Century Fox Television,

Fox 2000 Pictures,

Fox Music,

Fox Searchlight Pictures,

Fox Studios Australia,

Fox Studios LA,

Fox Television Studios,

Blue Sky Studios, brilho Group,

Twentieth Television, Fox Consumer Products,

Parceria Filme Premium (Austrália e Nova Zelândia – 50%), Daily EUA (EUA) – New York Post, The Wall Street Journal, The Wall Street Journal digital Rede,

FSI (SmartSource Magazine), Internacional Daily – o anunciante e Sunday Mail (Austrália), The Australian (Austrália), The Courier-Mail e The Sunday Mail (Austrália),

The Daily Telegraph e The Sunday Telegraph (Austrália),

ouro Coast Bulletin (Austrália) Herald Sun e Sunday Herald Sun (Austrália), MX (Austrália),

The Mercury e domingo da Tasmânia (Austrália),

Northern Territory News and domingo Territorian (Austrália),

Perth Now (Austrália),

Post-Courier (Papua-Nova Guiné),

The Sun (Reino Unido),

Sunday Times (Austrália),

The Times e The Sunday Times (Reino Unido), Weekly Times (Austrália), a Dow Jones – The Wall Street Journal, The Wall Street Journal Asia,

The Wall Street Journal Europe,

The Wall Street Journal Radio,

The Wall Street Journal digital Network,

The Wall Street Journal Sala de Aula,

Barron,

Dow Jones local Media Group (Ottaway):

Cape Cod Media Group (MA),

Cape Cod Times,

Cape Cod View,

Barnstable patriota, Hudson Valley Media Group (NY) Times Herald-Record (Middletown), Laranja Magazine (Orange County), Nantucket Island Media Group (MA),

The Inquirer e Espelho (Nantucket),

Nantucket Hoje,

Pocono Mountains Media Group (PA ),

Pocono Record (Stroudsburg),

San Joaquin Media Group (CA),

The Record (Stockton),

Seacoast Media Group (NH),

O Portsmouth Herald, The Exeter News-Letter,

A União Hampton, The York Weekly, York County Costa Star,

South Coast Media Group (MA),

The Standard-Times (New Bedford),

The Advocate (Fairhaven),

The Chronicle (Westport e Dartmouth),

Middleboro Gazette,

The Spectator (Somerset e Swansea),

The Spirit Fall River,

New Inglaterra boletim negócio,

Southern Oregon Media Group (OR),

Medford Correio Tribune, The Nickel (Medford),

Ashland diário novas,

AllThingsD.com, BigCharts.com,

eFinancialNews, Factiva,

médias Dow Jones, Soluções Dow Jones cliente, Dow Jones Empresas & Executives, Dow Jones Eventos, Dow Jones Indexes,

Dow Jones Insight,

Dow Jones Investment Banker,

Dow Jones LP Source,

a Dow Jones Newswires,

Dow Jones mercados privados, a Dow Jones Reprint Portal,

Dow Jones página de seguimento,

a Dow Jones VentureSource,

FINS.com ,

Marketwatch.com,

SmartMoney.com,

Vedomosti (Pearson e de Mídia Independente),

Virtual Stock Exchange,

Revistas – Alpha (Austrália),

Big League (Austrália),

Inside Out (Austrália),

Donna Hay (Austrália),

Outros meios Comunicação:

News Corp digital Media,

News International,

Publicações –

HarperCollins Publishers – Amistad, a Avon, a Avon, a Avon Inspire Avon vermelho, Caedmon, Harper projeto, Ecco, Harper,

Harper Negócios,

HarperLuxe,

Harper Paperbacks Harper Perennial,

Harper Perennial Classics Modern Harper Voyager HarperAudio,

HarperBibles,

HarperCollins e-books,

HarperOne,

ItBooks, Ray,

William Morrow,

livros HarperCollins Children – Amizade, Balzer + Bray,

Collins,

Greenwillow Books,

Áudio da HarperCollins Children, livros HarperCollins Children,

HarperCollins e -books,

HarperFestival,

HarperTeen,

Katherine Tegen livros – Ray,

Walden Pond Press,

HarperCollins Austrália,

HarperCollins Canada, HarperCollins Índia,

HarperCollins Nova Zelândia,

EUA HarperCollins,

HarperCollins UK, Zondervan,

web-sites AmericanIdol.com,

AskMen, BrandAlley Reino Unido (49%),

careerone.com.au, CARSguide.com.au, Fox.com,

FoxSports.com,

FoxSports.com.au,

Fox Network Audiência, hulu.com (32%),

KSOLO,

Milkaround, News.com. au, notícias digital Media, Scout, truelocal.com.au, WhatIfSports, Outros – NDS (49%), News America marketing.

Rupert Murdoch é um “suave” ou seja, não-judeu, mas tornou-se famoso por ter sido ligado à indústria farmacêutica e usar seus meios de comunicação para desacreditar os cientistas independentes. Mas é mau o suficiente para ser o verdadeiro dono atrás do terceiro monstro “informativo” em todo o mundo?

Quem são os donos da 21 Century Fox (News Corporation e sua divisão)?

JPMorgan Chase & Co., Elliott Associates, LP, INVESCO LTD., WADDELL & REED Financial Inc., o Deutsche Bank AG \.

JP Morgan Chase, é uma entidade conhecida sionista judeu, membro (minoria) de Rothschild (Reserva Federal dos EUA) família, e Elliot Associates, LP, é uma corporação de Rothschild. Na verdade, Morgan Chase (cujo principal acionistas são os Rothschilds) e a família Rothschild são os maiores proprietários de FOX, com um valor de quota respectiva de 10.551.414 e 10.095.822, de acordo com a Nasdaq.

O terceiro maior acionista é Invesco LTD 21stCentury Fox, a família Rothschild, enquanto a quarta, Waddell & Reed Financial Inc, também pertence à família Rothschild. Curiosamente CBS é acionista menor da corporação (VIACOM), finalmente, o Deutsche Bank pertence principalmente pelo JP Morgan Chase, através SPDR Confiança Series e, segundo, terceiro, quarto e quinto via Rothschild laboratórios Pfizer, Microsoft, Apple e Johnson & Johnson.

As “operações de executivos” são realizadas por Chase Carey, James Murdoch e Rupert Murdoch Keith, controlado pelos Rothschilds, é claro.

4 – CBS e Viacom


Viacom Inc. e CBS são outras duas sociedades controladas pelos Rothschilds, não tão indiretamente.

Viacom Inc., abreviação de “Vídeo e Áudio Comunicações”, apresenta-se comos uma empresa de mídia global dos EUA com os interesses principalmente, mas não se limitando a, cinema e televisão por cabo. “A partir de 2010, tornou-se o quarto maior conglomerado de mídia do mundo, atrás da Walt Disney Company, Time Warner e News Corporation (agora 21 Century Fox e News Corp). Viacom é de propriedade da National Amusements, Inc. , uma empresa baseada em Dedham, Massachusetts, EUA, National Amusements detém o controle acionário de outra Corporação CBS “.

National Amusements, Inc parce uma empresa de fachada não listada na Nasdaq. No entanto, o proprietário é o dono da Viacom e CBS Corporation, duas empresas se fazem. O proprietário do National Amusements de Michael Redstone, um sionista judeu e um parceiro de pleno direito da família Rothschild, que financia projetos de empresas e bancos.

Viacom é proprietária TV e Internet – Atom Entretenimento,

AddictingGames,

Atom.com,

AtomUploads.com,

Logotv.com, newnownext.com,

Shockwave,

BET Networks,

BET,

Produções de Eventos BET,

BET Evangelho,

BET Hip Hop,

BET Internacional,

BET mobile,

Pictures aposta,

Centric, CMT, CMT Loaded,

CMT mobile,

CMT On Demand,

CMT Pure Country,

CMT Radio,

Cores,

Comedy Central,

Jokes.com,

GameTrailers,

GT de mercado,

GoCityKids, Logo,

AfterEllen.com ,

AfterElton.com,

a extensa rede de MTV: MTV Networks,

MTV,

MTV Books,

MTV hits,

MTV Jams,

MTV2, MTVN International,

Flux,

Game One,

Lazona.com,

Boombox MTV,

MTV Overdrive,

Revolução MTV,

QOOB, TMF (The Music Factory),

Tr3s: MTV,

Musica y Mas,

VIVA, mtvU,

mtvU.com,

RateMyProfessors.com, Neopets,

Nick at Nite,

Nick Jr.,

Nickelodeon,

The Click,

Nick Arcade, Nick GAS,

Nickelodeon Consumidor produtos,

Nicktoons Network TeenNick,

Palladia,

ParentsConnect,

Quizilla,

Spike TV,

Spike Filmed Entertainment,

TV Land,

VH1,

VH1 Classic,

VHUNO,

Vspot,

Viacom International Media Networks,

Filme: Paramount Pictures Corporation,

MTV Films, Nickelodeon Movies,

Paramount Animation,

Paramount Home Entertainment,

Paramount Pictures,

Paramount Vantage,

Viacom digital,

EPIX,

TheGodfather.com,

iCarly.com,

TheLastAirbenderMovie.com,

PetPetPark.com,

SouthParkStudios.com, e outros: Grupo arco-Íris.

CBS possui TV e Filmes – CBS Television Network,

CBS News,

CBS Sports, CBS Films,

CBS Television Studios,

CBS Studios International,

CBS Home Entertainment,

CBS Television Distribution, CBS College Sports Network Big CBS Prime, Spark, Love, The CW, Showtime Networks Inc., Showtime, Showtime 2 ShoTime Showcase, Showtime Extreme, Showtime Beyond, Showtime Em seguida, Showtime On Demand,

Showtime Mulheres, Showtime Zona Família, The Movie Channel, The Movie Channel On Demand,

The Movie Xtra channel,

Flix, Flix On Demand, Smithsonian Networks (Smithsonian channel). Canais de televisão CBS – KCCO-TV (Alexandria, MN),

Wupa-TV (Atlanta, GA),

WJZ-TV (Baltimore, MD), WBZ-TV (Boston, MA),

WSBK (Boston, MA) WBBM-TV (Chicago, IL),

KTVT-TV (Dallas-Fort Worth, TX),

KTXA-TV (Dallas-Fort Worth, TX),

KCNC-TV (Denver, CO),

WWJ-TV (Detroit, MI) ,

WKBD-TV (Detroit, MI),

WCBS-TV (New York, NY),

WBFS-TV (Miami-Ft. Lauderdale, FL),

WFOR-TV (Miami-Ft. Lauderdale, FL),

WCCO-TV (Minneapolis, MN),

KYW-TV (Philadelphia, PA),

WPSG-TV (Philadelphia, PA),

KDKA-TV (Pittsburgh, PA),

WPCW-TV (Pittsburgh, PA),

WLNY-TV (Riverhead, NY) KMAX-TV (Sacramento, CA), KOVR-TV (Sacramento, CA), KBCW-TV (San Francisco),

KPIX-TV (San Francisco, CA),

KCAL-TV (Los Angeles, CA), KCBS-TV (Los Angeles, CA),

KSTW-TV (Seattle, WA),

WTOG-TV (Tampa, FL),

KCCW-TV (Walker, MN).

Rádio – Rádio CBS, Atlanta,

GA WAOK-AM,

WVEE-FM, WZGC-FM,

Baltimore, DWJZ-AM/FM,

WLIF-FM WWMX-FM, Boston,

MA, WBMX-FM,

WBZ-AM/FM ,

WODs-FM,

WZLX-FM, Charlotte,

NC, WBAV-FM,

WBCN-AM,

WFNZ-AM-FM WKQC,

estação WNKs-FM WPEG-FM,

WSOC-FM,

Chicago, IL,

WBBM-AM/FM ,

WCFS-FM,

WJMK-FM,

WSCR-AM,

WUSN-FM,

WXRT-FM, Cleveland,

OH, WDOK-FM,

WKRK-FM,

WNCX-FM,

WQAL-FM,

Dallas,

TX, kjkk-FM,

KLUV -FM,

KMVK-FM KRLD-AM/FM,

KVIL-FM, Detroit, MI,

WDZH-FM,

WOMC-FM,

WWJ-AM,

WXYT-FM,

WYCD-FM,

Hartford,

CT,

WTIC-AM/FM ,

WRCH-FM, WZMX-FM,

Houston,

TX,

KHMX-FM,

KiKK-AM,

KILT-AM/FM,

KKHH-FM,

KLOL-FM

, Las Vegas,

NV, KLUC-FM,

FM-KMXB, Kxnt-AM / FM,

KXTE-FM,

KXST-AM, Los Angeles,

CA, Kamp-FM,

KCBS-FM,

KNX-AM, KROQ-FM,

KRTH-FM,

KTWV-FM,

Minneapolis,

MN,

KZJK-FM,

WCCO -AM,

KMNB-FM,

Nova York,

NY-WCBS-AM/FM,

WFAN-AM,

o WINS-AM,

WWFS-FM,

WNOW-FM,

Orlando,

FL – WJHM-FM, FM-WOCL,

WOMX-FM,

palm Springs, CA – KEZN-FM,

Philadelphia,

PA – KYW-AM,

WIP-AM,

WOGL-FM,

WPHT-AM,

Phoenix,

AZ – KMLE-FM,

KOOL-FM,

KZON-FM,

Pittsburgh,

PA – KDKA -AM/FM,

WDSY-FM,

WZBB-FM,

Riverside, CA – KFRG-FM,

KRAK-AM-FM KVFG,

KXFG-FM, Sacramento, CA – KHTK-AM-FM KNCI, KSFM-FM,

KYMX -FM,

KZZO-FM,

San Diego,

CA – KEGY-FM,

KyXy-FM,

San Francisco,

CA – KCBS-AM,

KFRC-AM/FM,

KITS-FM,

KLLC-FM,

KMVQ-FM,

Seattle,

WA – KJAQ-FM KM-FM,

KFNQ-AM,

KZOK-FM,

St. Louis,

MO – KEZK-FM, KMOX-AM,

KYKY-FM,

Tampa,

FL – WLLD-FM,

WHFS-AM/FM,

WRBQ -FM,

WYUU-FM,

Washington DC – WNEW-FM,

WIAD-FM,

WJFK-FM, WLZL-FM,

WPGC-FM,

West Palm Beach

, FL – WUUB-FM,

PUBLICAÇÕES-

Simon & Shuster – Simon & Schuster Adulto Publishing Group – Atria Books,

Folger Shakespeare Library,

Free Press,

Gallery Books,

Howard Books, Pocket Books,

Scribner, Simon & Schuster, Threshold Editions, Touchstone,

Simon & Schuster infantil Publishing,

Aladdin,

Atheneum Books for Young Readers,

Praia Lane Books,

Simãozinho,

Margaret K. McElderry Books,

Paula Wiseman Books,

Simon & Schuster Books for Young Readers,

Simon Pulse,

Simon Spotlight,

Simon & Schuster audio,

Simon & Schuster audio,

Simon & Schuster de Pimsleur,

Simon & Schuster internacionais,

Simon & Schuster Austrália,

Simon & Schuster Canadá,

Simon & Schuster UK, Websites CBS – BNet, CBS.com,

CBSNews.com, CBSSports.com,

CHOW
College Network, CNET,

encontrará artigos,

Gamespot.com,

Help.com,

The Insider,

Last.FM, MaxPreps, Metacritic,

MoneyWatch,

MySimon,

Radio.com,

Search.com, Shopper.com,

SmartPlanet,

TechRepublic,

TV.com ,

UrbanBaby.com,

ZDNet,

Outros – EcoMedia, Conexões CBS,

CBS Consumer Products (e CBS Retail Store),

CBS Outdoor,

a CBS Records,

Cena CBS, Cuidado! Magazine.

 

Quem são os donos da Viacom Inc. e CBS?

Proprietários Viacom e CBS estão …. Rothschild.

VIACOM

GAMCO Investors, Inc.,

GABELLI FUNDOS LLC,

Neuberger Berman GROUP LLC,

PACIFIC HEIGHTS ASSET MANAGEMENT LLC.

Quebrar essas entidades é visível no seguinte Nasdaq.

Para começar,

Gamco Investors Inc, pertence a: Direct TV (Berkshire Hathaway Inc.,

Rothschild,

Capital Mundial Investors-Rothschild,

Vanguard Group Inc.,

Rothschild,

State Street Corp-Rothschild),

American Express (Berkshire Hathaway Inc.,

Rothschild,

Capital Mundial Investors-Rothschild,

Vanguard Group Inc.,

Rothschild, State Street Corp,

Etc. de Rothschild),

National Fuel Gas Company (Vanguard Group Inc.,

o Rothschild, State Street Corp-Rothschild, Gabelli Funds LLC-Rothschild, Gamco Investors Inc.,

Rothschild, o Norges Bank,

Rothschild, Barclays global Investors UK Holdings LTD-Rothschild, Etc.)

Fundos Gabelli de propriedade dos Rothschilds,

National Fuel Gas Company,

Softbank Corp,

American Express Company,

DirecTV, Etc. Neuberger Berman Group LLC é de propriedade dos Rothschilds via, Pioneer Natural Resources Company, IBM International Business Machines Corporation, Boeing Company, Cabot Oil & Gas Corporation, etc. Pacific Heights Asset Management LLC propriedade dos Rothschilds, Freeport-McMoRan Copper & Gold, Inc., BHP Billiton plc, Wynn Resorts, Facebook Inc., Etc. (Nós adicionamos um link no Facebook para porque nós pensamos que muitos pertencentes a Mark Elliot Zuckerberg) .

CBS

WADDELL & REED INC FINANCEIRO VANGUARD GROUP INC, CAPITAL MUNDIAL INVESTIDORES, a State Street CORP (todas as empresas pertencentes à família Rothschild) – Waddell & Reed Financial Inc. é também de propriedade das corporações família Rothschild: Wynn Resorts Ltd, da Apple inc, Philip Morris, Inc. Cisco Sys

O efeito do controle judaico sobre a mídia

Muitos insistem em que “o judaísmo não é o sionismo”, mas como é perceptível, nenhum destes meios denunciou os crimes hediondos de Israel, nem a Monsanto, nem a indústria de vacinas genocida, ou qualquer empresa de propriedade de judeus que disse, a propósito, doar dinheiro para Israel. Nenhum deles expõe a verdade, mesmo a partir de sua conta no Twitter pessoal.

Este relato minoria criminosa e não-sistemática muito grande para gerenciar, e infelizmente para ganho financeiro ou de acordo com os interesses sionistas de dominação mundial. Devemos permitir que essas pessoas sem moral “educar” a humanidade propaganda? Não é hora para de-fundo os meios de comunicação de massa? Até agora, eles não trouxe nada além de dor e humanidade perdida.

Jornais como o New York Times ou o Washington Post também foram cooptados pelos judeus sionistas. Na Argentina, os exemplos mais claros são Clarin ou La Nación.

É simplesmente uma ilusão passivamente admitir que um povo com crenças, como expresso no Talmud, determinar o que lê ou vê, e influenciar a nossa percepção da realidade. O Talmud, um dos fundamentos da religião judaica, é absolutamente contrário a qualquer interesse comum dos cidadãos não-judeus.

Cotações do Talmud:

* Sinédrio 57a. “Quando um judeu assassinatos um gentio (” Cuthean “), não haverá pena de morte. Que um judeu rouba de um gentio pode mantê-lo.”
* “O melhor dos gentios deveriam ser mortos.” (Tractatus varejo Soferim 15, Regra 10)

No Talmud, Parte III ou Naschim (. Kethubot no livro, fol 111 b) diz o seguinte:

* “O Messias (mesmo esperado pelos hebreus) dar aos judeus o governo real do mundo, todas as nações atendê-los e todos os reinos serão submetidos a eles.”

 

O problema não é só a mentira, mas não digo. Eles estão formando opiniões que permeiam profundamente na estrutura de pensamento das sociedades, fazendo suas próprias vítimas e escravos guaritas de mentiras e terror policial, que atacam imediatamente qualquer um que emite o pensamento crítico contra o sistema genocida que sofre .

É possível, por exemplo, que a evidência rebalsen sobre a saúde causados pela Monsanto ou a indústria farmacêutica e que, quando alguém expressa é denegrido e atacado por seus pares. É irracional rotular uma pessoa de “paranóico”, se expostos a filmes de Hollywood foram projetados de acordo com os interesses corporativos.

Caro leitor, aqui estão todas as provas que você precisa. O que você se lembra e percebido como “conhecimento”, incluindo a história contemporânea, foi projetado por judeus sionistas de acordo com os interesses que pouco têm a ver com a sua liberdade e felicidade.

Permitindo que os judeus para controlar as nossas notícias e entretenimento, estamos dando-lhes o poder de criar um sistema de pensamento que leva à escravidão e a dominação de todos os governos. Nós também estamos dando-lhes o controle das mentes e almas de nossas crianças, cujas atitudes e idéias são mais formados por TV educação judaica judaica e filmes judaicos do que por direito natural dos pais, ou de qualquer outra influência.

O objetivo do sionismo e do judaísmo, é estabelecer uma elite judaica controlada por um governo totalitário mundo e exterminar a população mundial, deixando apenas aqueles que precisam deles como escravos.

Diego Ignacio Mur Twitter: @DiegoMur BWN Argentina – 

http://bwnargentina.blogspot.it/2013/09/las-corporaciones-judias-poseen-el-96.html

Por que vocês têm esse vício de só falar mal do Brasil? por Aliefka Bijlsma,

15 jun
:
Aliefka Bijlsma, escritora holandesa, falando sobre o Brasil. Texto bárbaro.

“Os brasileiros acham que o mundo todo presta, menos o Brasil, realmente parece que é um vício falar mal do Brasil. Todo lugar tem seus pontos positivos e negativos, mas no exterior eles maximizam os positivos, enquanto no Brasil se maximizam os negativos. Aqui na Holanda, os resultados das eleições demoram horrores porque não há nada automatizado. Só existe uma companhia telefônica e pasmem: Se você ligar reclamando do serviço, corre o risco de ter seu telefone temporariamente desconectado.

Nos Estados Unidos e na Europa, ninguém tem o hábito de enrolar o sanduíche em um guardanapo – ou de lavar as mãos antes de comer. Nas padarias, feiras e açougues europeus, os atendentes recebem o dinheiro e com mesma mão suja entregam o pão ou a carne.

Em Londres, existe um lugar famosíssimo que vende batatas fritas enroladas em folhas de jornal – e tem fila na porta.

Na Europa, não-fumante é minoria. Se pedir mesa de não-fumante, o garçom ri na sua cara, porque não existe. Fumam até em elevador.

Em Paris, os garçons são conhecidos por seu mau humor e grosseria e qualquer garçom de botequim no Brasil podia ir pra lá dar aulas de ‘Como conquistar o Cliente’.

Você sabe como as grandes potências fazem para destruir um povo? Impõem suas crenças e cultura. Se você parar para observar, em todo filme dos EUA a bandeira nacional aparece, e geralmente na hora em que estamos emotivos…

Vocês têm uma língua que, apesar de não se parecer quase nada com a língua portuguesa, é chamada de língua portuguesa, enquanto que as empresas de software a chamam de português brasileiro, porque não conseguem se comunicar com os seus usuários brasileiros através da língua Portuguesa. Os brasileiros são vitimas de vários crimes contra a pátria, crenças, cultura, língua, etc… Os brasileiros mais esclarecidos sabem que temos muitas razões para resgatar suas raízes culturais.

Os dados são da Antropos Consulting:
1. O Brasil é o país que tem tido maior sucesso no combate à AIDS e de outras doenças sexualmente transmissíveis, e vem sendo exemplo mundial.
2. O Brasil é o único país do hemisfério sul que está participando do Projeto Genoma.
3. Numa pesquisa envolvendo 50 cidades de diversos países, a cidade do Rio de Janeiro foi considerada a mais solidária.
4. Nas eleições de 2000, o sistema do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) estava informatizado em todas as regiões do Brasil, com resultados em menos de 24 horas depois do início das apurações. O modelo chamou a atenção de uma das maiores potências mundiais: os Estados Unidos, onde a apuração dos votos teve que ser refeita várias vezes, atrasando o resultado e colocando em xeque a credibilidade do processo.
5. Mesmo sendo um país em desenvolvimento, os internautas brasileiros representam uma fatia de 40% do mercado na América Latina.
6. No Brasil, há 14 fábricas de veículos instaladas e outras 4 se instalando, enquanto alguns países vizinhos não possuem nenhuma.
7. Das crianças e adolescentes entre 7 a 14 anos, 97,3% estão estudando.
8. O mercado de telefones celulares do Brasil é o segundo do mundo, com 650 mil novas habilitações a cada mês.
9. Telefonia fixa, o país ocupa a quinta posição em número de linhas instaladas..
10. Das empresas brasileiras, 6.890 possuem certificado de qualidade ISO-9000, maior número entre os países em desenvolvimento. No México, são apenas 300 empresas e 265 na Argentina.
11. O Brasil é o segundo maior mercado de jatos e helicópteros executivos.

Por que vocês têm esse vício de só falar mal do Brasil?

1. Por que não se orgulham em dizer que o mercado editorial de livros é maior do que o da Itália, com mais de 50 mil títulos novos a cada ano?
2. Que têm o mais moderno sistema bancário do planeta?
3. Que suas AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE ganham os melhores e maiores prêmios mundiais? 
4. Por que não falam que são o país mais empreendedor do mundo e que mais de 70% dos brasileiros, pobres e ricos, dedicam considerável parte de seu tempo em trabalhos voluntários?
5. Por que não dizem que são hoje a terceira maior democracia do mundo?
6. Que apesar de todas as mazelas, o Congresso está punindo seus próprios membros, o que raramente ocorre em outros países ditos civilizados?
7. Por que não se lembram que o povo brasileiro é um povo hospitaleiro, que se esforça para falar a língua dos turistas, gesticula e não mede esforços para atendê-los bem? Por que não se orgulham de ser um povo que faz piada da própria desgraça e que enfrenta os desgostos sambando.

É! O Brasil é um país abençoado de fato. Bendito este povo, que possui a magia de unir todas as raças, de todos os credos. Bendito este povo, que sabe entender todos os sotaques. Bendito este povo, que oferece todos os tipos de climas para contentar toda gente. Bendita seja, querida pátria chamada BRASIL!

Escritora Aliefka Bijlsma

%d blogueiros gostam disto: